Celular ao volante, um perigo constante

Uma das formas mais banais de comunicação pode ser seu atestado de óbito

A tecnologia é uma avalanche: grandes empresas despejam nos consumidores aparelhos cada vez mais conectados e potentes. Isso não é necessariamente ruim, pelo contrário, incentiva que a informação seja cada vez mais democrática chegando a todos os lugares. Mas se tem um lugar que não devemos nos distrair com a tecnologia é quando estamos ao volante. Ainda é comum ver no trânsito motoristas que insistem em atender chamadas ou mandar mensagens de texto em aplicativos como o Whatsapp.

O Departamento de Trânsito dos EUA ressalta que usar celular ao volante aumenta em até 400% a chance de ocorrer um acidente. Isso porque a distração causada pelo aparelho é muito mais culpada do que se imagina. Para se ter uma ideia, a cada olhada perdida para o smartphone, gera um desvio de atenção de 5 segundos – se você estiver a 80Km/h, é o suficiente para atravessar um campo de futebol. Agora imagine se nesse tempo ocorre algum imprevisto, como um animal na pista? A reação do motorista será quase nula.

Segundo uma pesquisa realizada em 2014 pela Polícia Militar de São Paulo em parceria com a Emdurb, um dos principais motivos de multa na cidade de Marília é justamente o uso do celular. Nas rodovias não é muito diferente. O inspetor Bruno Bernardo, chefe de delegacia da Polícia Rodoviária Federal, também alerta para a incidência da infração nas estradas. Segundo o inspetor, ocorreram 221 acidentes no trecho da divisa de São Paulo com o Paraná até o rio tietê (extensão compreendida pela base da PRF de Marília). Desse total, 78 foram causados por falta de atenção – categoria que abrange, também, o uso de celulares e que representa 35% das ocorrências.

A tecnologia Bluetooth está presente em muitos carros e permite aos motoristas atender chamadas em viva voz. “Este recurso atrapalha menos, mas também distrai e tira atenção do condutor”, explica o inspetor Bruno. Ele ainda adverte que devido à grande conectividade gerada pelo celular e redes sociais, as pessoas não querem perder nada, querem interação online o tempo todo, comprometendo sua atenção ao volante. Se você ainda é da turma que dirige e usa o celular ao mesmo tempo, um aviso: você está cometendo uma infração de trânsito média, com uma multa de R$85,13 e 4 pontos na carteira.

As autoridades alertam que você não deve utilizar aparelho celular de maneira alguma enquanto dirige, mas, se estiver numa urgência, o inspetor Bruno aconselha: “o acostamento da rodovia é apenas para casos de emergência, então se for realmente necessário usar o aparelho, procure uma saída mais segura da pista, como um posto de combustível, uma unidade de atendimento da concessionária ou até mesmo os postos da Polícia Rodoviária Federal”. Ele ainda atenta que os acostamentos não são lugares seguros para realizar uma parada à toa e que deve ser destinado unicamente para urgências.

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA AUTOMAIS FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Automais © Todos os direitos reservados

Automais na web:

Mudar minha localização