Clube do bem

Paixão pelo tradicional Opala reúne amigos em prol da solidariedade

Não há nada melhor para as boas pessoas que associar amizade, hobbie e solidariedade. Esse é o Clube do Opala, formado por amigos que buscam ajudar aos outros e, ao mesmo tempo, reunir seus conhecimentos sobre o Opala para entreter a região de Marília. O Opala é um tipo de paixão nacional que não distingue gênero, idade, raça nem classe social. O veículo produzido pela GM é um dos modelos antigos mais amados e tem diversos tipos de colecionadores.

Rodrigo de Campos Pacheco, vigilante patrimonial, é um dos fundadores do grupo. O Clube do Opala foi criado no dia 12 de fevereiro de 2014 pelo Rodrigo e os amigos Carlos Togni e Wagner Togni e, apesar de recente, o sócios já conseguiram realizar muitas ações! “Já fizemos alguns encontros para arrecadar alimentos, que entregamos a famílias carentes diretamente”, explica orgulhoso Pacheco. Ele ainda ressalta que o grupo hoje conta com mais de 150 membros ativos, que não se limitam apenas a cidade de Marília – “O clube hoje conta um total de 170 pessoas entre Marília e região, como Pompéia, Ocauçu, Garça, Bauru, Vera Cruz, Oriente, Tupã, Bastos…” explica o fundador.

Outro aspecto que Rodrigo deixa bem claro é que não precisa ter o veículo para ser apaixonado, ou seja, qualquer um é muito bem vindo ao clube, já que sua maior intenção é propagar o conceito do Opala e ajudar pessoas. Os encontros acontecem sempre, cerca de duas vezes por mês, Pacheco explica que eles costumam se reunir no Odair pneus Z.N. ou Posto Fragata, mas faz uma ressalva: “só tem que ficar ligado nos meios sociais do clube para saber as datas, pois variam devido a eventos nas regiões”.

O Clube do Opala também proporciona algumas emoções, o fundador conta sobre quando ensinou seu filho, Caio, a dirigir o carro pela primeira vez. “Quando comprei o carro, ele já veio falando que queria aprender a dirigir no Opala. No dia para tal aprendizado, quem recebeu a lição fui eu ao ver o tamanho do sorriso estampado em seu rosto. Ele dirigiu muito bem, saiu várias vezes com o carro, andou pela fazenda, foi tudo ótimo. O garoto é apaixonado pela lenda…” lembra emocionado.

 

 

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA AUTOMAIS FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Automais © Todos os direitos reservados

Automais na web:

Mudar minha localização