Cimento queimado

Ele é bom, bonito, barato e tem aparecido cada vez mais nos projetos de interiores

Decorar com estilo e gastar pouco, tem jeito? Tem sim! Graças à sua estética e versatilidade, o cimento queimado é uma opção bonita e econômica que tem conquistado cada vez mais espaço nos projetos contemporâneos.

O cimento queimado é um revestimento que pode ser aplicado no chão ou nas paredes, trazendo um toque rústico, ou até um estilo mais industrial, muito interessante para o ambiente. É uma mistura de argamassa, areia e água que depois de pronta finaliza-se com o pó de cimento sobre esse material ainda úmido. Após a aplicação e secagem, o revestimento adquire o aspecto de “queimado” que dá nome ao produto.

A arquiteta Nina Abadjieff é adepta do uso deste revestimento em seus projetos e conta que o grande trunfo dele é o fato de poder combinar com tudo. “É um acabamento coringa. Por ter cor neutra e ser um material simples vai bem com qualquer tipo de decoração, desde a mais despojada até a mais clássica”, explica Nina.

Ele tem aparência neutra e é bastante resistente, no entanto, há um detalhe que é importante destacar: o material pode apresentar trincas características do cimento. Mas o arquiteto Júnior Piacesi afirma que não há motivos para preocupação. “Eu sempre falo com o cliente que o cimento queimado é um produto bastante artesanal. Pode ser que vejamos trincas, que é um aspecto normal, pois esse produto é realmente para pessoas que buscam um aspecto mais rústico e não querem uma coisa extremamente lisinha”, destaca.

Hoje em dia já existem misturas do cimento queimado semi-prontas, de vários tipos e tons para paredes e fachadas, mas Nina conta que uma opção tem sido mais utilizada ultimamente. “Hoje usa-se mais na decoração as tintas com o efeito de cimento queimado, pois trazem um toque especial para o ambiente. Caem muito bem nas paredes, já que no piso precisamos ter materiais mais resistentes”, salienta.

E não há segredos na hora de fazer a limpeza do revestimento. “Depois que o cimento é feito, aplica-se resina ou verniz e a limpeza pode ser feita normalmente com vassoura ou aspirador, água e detergente, como ocorre com outros pisos”, ensina Júnior.

Segundo os arquitetos, com um investimento em torno de 70 reais é possível fazer o revestimento de um piso ou parede de cimento queimado. Mas é bom saber que apesar da execução parecer simples, a aplicação do material é delicada. Por isso, antes de investir, é recomendado contratar mão de obra que seja experiente nesse assunto, pois isso vai fazer toda a diferença no resultado!

Já deu para perceber que o cimento queimado é uma opção de revestimento que agrega um visual urbano e descolado, além de ter ótimo custo. “Ele vai bem com tudo porque traz uma textura que gera aconchego e uma plástica muito bacana ao espaço”, pontua o arquiteto. Então, que tal se inspirar nessa ideia para dar uma cara nova ao seu ambiente?

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA DECORARQ FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Decorarq © Todos os direitos reservados

Decorarq na web:

Mudar minha localização