Pallet Mania!

É hora de tirar aquele projeto “Faça Você Mesmo” da gaveta

Pallet! Esse é o nome do novo queridinho da decoração e da arquitetura ao redor do mundo. Funcional, resistente, econômico e sustentável, o material tem sido usado como revestimento de pisos e paredes ou para confecção de móveis, objetos de decoração e muito mais. “O pallet é cabeceira em um quarto despojado, é sofá na sala de TV e até sapateira no closet”, conforme destaca a equipe da Meu Móvel de Madeira. Da área interna à externa, ainda é possível decorar sua varanda transformando-o em suporte para plantas e hortaliças. Ou fazendo às vezes de uma mesa de centro na área de lazer. Vale – e pode – tudo!

Estrado produzido em madeira de Pinus (também é possível encontrar versões plásticas ou metálicas), os pallets foram desenvolvidos para agilizar o transporte de mercadorias. Por isso são ainda mais resistentes do que o MDF e o MDP, por exemplo – dois dos materiais mais populares na fabricação de móveis no Brasil. Além de sua resistência, sobressai-se o fato de que ao invés de serem descartados – o que seria um grande desperdício de um material tão versátil – ganham um novo uso super útil e descolado, além de ecologicamente adequado.

“A utilização de pallets na decoração se tornou uma tendência sustentável e inteligente”, ressalta Camila Hinke, designer do MMM Design – estúdio interno da Meu Móvel de Madeira. “A onda de pallets começou com a reutilização de peças que eram usadas na armazenagem de produtos e hoje muitos são produzidos especificamente para serem peças coringa na decoração.” É o caso da própria MMM, que, conhecida pelos seus robustos móveis de madeira, também comercializa mobiliário em pallet e o pallet cru já lixado para que seus clientes possam personalizar suas próprias peças, podendo inclusive colori-los à sua maneira.

Importante lembrar que caso ele seja utilizado em sua forma crua, deve ser mantido em ambiente arejado, livre de umidade e preferencialmente que tenha luz solar – mesmo que indireta –, para evitar o surgimento de manchas causadas por fungos. O melhor é que sejam tratados com stain (uma espécie de verniz que protege a madeira). Assim, desde que devidamente preparados, tal qual qualquer outro tipo de mobiliário, também podem ser utilizados em áreas externas.

É o caso da varanda projetada pelas arquitetas Andrea Figari e Priscila Bastos, toda protagonizada pelo uso criativo dos pallets. “Decidimos que teríamos que integrar a maravilhosa vista do mar turquesa e do céu azul a um ambiente cheio de cores contrastantes e o prazer de desfrutar o ambiente da casa”, relata Andrea.

Seguindo a mesma linha em toda a varanda, as arquitetas optaram por revestir todo o piso em pallets de 60 x 60 cm, especialmente desenvolvidos para este projeto. Levando o visitante da área de estar principal – composta por sofá, mesa lateral, apoios, luminárias, entre outras peças – até um cantinho mais descontraído e relaxado – que conta com adega e wine table.

Quase tudo produzido em pallet de madeira pinus descartados após sua função original e reutilizados para dar a graça e a leveza que o espaço merecia para se curtir a brisa do mar. O projeto ainda conta com luminárias feitas de garrafas de vinho com a aplicação de LED, móveis de madeira de demolição e outros complementos no maior espírito “Faça Você Mesmo”.

No entanto, embora os pallets venham deixando de serem vistos apenas nas decorações alternativas e tidas como “baratas”, mostrando seu potencial, Andrea acredita que muitos ainda tenham preconceito e que haja uma certa resistência no uso do material principalmente em projetos residenciais.

O que vem mudando a medida que tem sido cada vez mais visto em ambientes comerciais – como no reconhecidíssimo projeto da holandesa Most Architecture, que projetou o escritório de 245 m² da Brandbase inteiro reutilizando cerca de 270 pallets, sem abrir mão da estética e virando um case mundial em termos de design e sustentabilidade. Os pallets também vêm aparecendo cada vez mais em importantes eventos do setor de arquitetura e decoração, mostrando-se como uma alternativa sustentável, descolada, aconchegante e muito, muito versátil!

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA DECORARQ FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Decorarq © Todos os direitos reservados

Decorarq na web:

Mudar minha localização