Eles voltaram com tudo!

Os cobogós e os azulejos de metrô combinam tradição com modernidade

Quem vai construir ou reformar logo liga o “radar” de tendências e estilos, buscando a melhor inspiração para seu projeto. Mas e quando as tendências não são tão novas assim? Os azulejos de metrô e os cobogós são itens que voltaram a serem usados com força total nos projetos e é possível introduzi-los na decoração com muita graça e modernidade! Nós vamos explicar a você o que são esses elementos, além de dar dicas de como usá-los na sua décor.

 

  • SUBWAY TILES

Eles são mais conhecidos aqui no Brasil como “azulejos de metrô” e estão se tornando os queridinhos dos amantes da arquitetura e decoração. Os subway tiles são um tipo de revestimento de parede inspirados nos antigos azulejos retangulares dos metrôs americanos e europeus, e tem sido uma ótima opção para quem quer fugir das tradicionais pastilhas de vidro que, às vezes, costumam descolar.

“Em uma viagem a Praga, eu me apaixonei pelo material aplicado no metrô de lá. O que vimos era um azul estonado com bisotê nas bordas. Voltando ao Brasil descobri que a Decortiles estava produzindo aqui um revestimento nessa linguagem e com um preço bem legal, logo foi sucesso absoluto com os clientes e, claro, coloquei na minha cozinha também”, conta a arquiteta Lísea Kasper, do EstudioKa, que escolheu o azulejo preto para revestir a parede e as prateleiras da sua cozinha que tem um estilo bem industrial.

 

Os azulejos, em várias tonalidades, chamam a atenção pela estética, além de serem funcionais e higiênicos. Esse tipo de revestimento está sendo bastante usado nas paredes das cozinhas e banheiros, justamente por serem versáteis e de ótimo custo-benefício, e Lísea dá a dica: “É uma peça bem neutra e de fácil combinação, o mais importante é ter alguma ligação com a linguagem dos donos da casa, e normalmente todos gostam”.

Os subway tiles combinam bastante com a decoração no estilo industrial, além de serem também uma forte característica na composição de ambientes com o estilo escandinavo, com o uso do azulejo e rejunte na cor branca. E essa também foi a combinação escolhida por Débora Alcântara, do blog Tudo Orna, na reforma do seu Apartamento 33.

 “Na minha última viagem para Nova York eu me inspirei muito na cidade, nos metrôs e toda a energia de lá. Quando eu voltei pro Brasil, e estava montando minha casa, comecei a procurar referências desse estilo até mesmo no Pinterest e queria muito usar o subway tiles”, relembra Débora.

É uma opção de revestimento simples e elegante, que saiu das paredes das estações e tem se popularizado aos poucos aqui no Brasil. E pode, sim, fazer total diferença na sua decoração. “A principal ideia dele é que essa simplicidade pode tornar o seu ambiente lindo dependendo da forma como você vai aplicar. Ele pode ser usado em qualquer tipo de decoração e vai muito do gosto de cada pessoa”

 

  • COBOGÓS

As paredes impedem a circulação do ar pela casa na maioria das vezes, não é mesmo? Então, que tal deixar a casa mais ventilada usando os cobogós? Eles são blocos vazados que permitem a passagem do ar e favorecem a luminosidade nos ambientes e permite uma solução quase poética de divisórias entre ambientes.

Os cobogós existem desde o início do século 20 e foram criados por um grupo de engenheiros de Pernambuco, mas só se popularizaram a partir da década de 1950 com as decorações modernistas. Eles são inspirados em elementos da natureza ou em composições geométricas, além de serem carregados de muita brasilidade. Hoje, fazem sucesso entre os arquitetos que buscam aproveitar a incidência da luz natural para ambientes internos e deixar os seus projetos ainda mais bonitos - isso sem falar que eles também economizam a energia.

“Os cobogós podem ser formulados para atender diferentes espaços, sua fácil adaptação permite aplicação junto a vidros, cimento, cerâmica e até mesmo na composição de ambientes externos”, explica Luciane Benevides, gerente da Impermix que possui uma grande diversidade dos elementos vazados.

Além de serem funcionais, os cobogós são versáteis e resistentes, podem ser usados em qualquer lugar da casa. São muitas as opções para todos os gostos, desde o tradicional de natureza rústica com cimento ou concreto, até os mais clássicos e irreverentes de material de vidro, metal ou cerâmica, que chegam a ser confundidos com peças de arte. Alguns são produzidos artesanalmente, peça por peça, o que garante ainda mais personalidade aos espaços.

Algumas pessoas optam pelos cobogós como substituição da parede de tijolos. Apesar de serem mais caros, garantem a firmeza necessária para sustentabilidade estrutural aliada a muito estilo. Eles também funcionam perfeitamente como uma divisória de ambientes internos e acabam se tornando parte da decoração. “Além do efeito estético, ele pode ser utilizado em ambientes internos ou fachadas, quando o objetivo for demarcar os espaços de forma sutil sempre permitindo uma delicada integração acústica e de luz", a arquiteta Fernanda Vitale, da D81 Arquitetura e Design de Interiores, dá a dica.

Com a grande variedade de formatos, cores e estilos, a tarefa de escolher qual melhor se adequa ao projeto fica ainda mais difícil. Não existe uma definição certa de onde eles podem ser usados, seja em ambiente interno ou externo. É só dar asas à imaginação e investir no formato que mais traduza a personalidade do lugar.

 

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA DECORARQ FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Decorarq © Todos os direitos reservados

Decorarq na web:

Mudar minha localização