Lixo e luxo

Restaurar é também sofisticar

A sustentabilidade pode ser considerada o verbete do século. A tendência é reutilizar e dar novas caras para objetos que seriam jogados no lixo. Basta um bocado de criatividade, uma boa dose de tinta e um pouquinho de tempo livre para criar e desenvolver o projeto. A Decorarq conversou com duas pessoas que dão um novo significado para coisas que são rejeitadas, transformando-as em objetos de desejo e requinte. Confira abaixo as entrevistas que o restaurador João Junior e a artista plástica Pati Ribeiro deram para a revista com exclusividade.

Decorarq: João, objetos e móveis recuperados também podem ser sofisticados?

João Junior: A recuperação ou restauração de móveis e objetos para decoração tornou-se indispensável em toda decoração e são executados pelos mais renomados arquitetos e decoradores do país. A customização pegou carona nessa tendência, justamente porque personaliza a peça, dando um toque todo particular e único ao objeto, portanto além de sofisticado é indispensável.

Decorarq: Qual é a tendência que seus cliente mais procuram?

JJ: A maior procura é por cômodas, aparadores antigos, geladeiras das décadas de 30 a 50, cristaleiras e cadeiras retro.

Decorarq: Pati, você faz inúmeros tipos de arte com qualquer coisa, qual foi a sua criação que surgiu da ideia de restaurar?

Pati Ribeiro: Eu faço todo tipo de artesanato, mas na área da restauração eu costumo criar abajures com qualquer material que eu veja pela frente.

Decorarq: Pati, dentre os seus produtos restaurados estão os abajures. Como funciona o processo de criá-los e deixá-los com a cara do cliente?

PR: No que se refere aos abajures, antes de qualquer coisa questiono a cliente sobre o lugar, a luminosidade, cor, estilo, etc... Escolho a estampa, recorto o molde do tecido, colo na cúpula, dou os acabamentos com passanamaria e bordo os pingentes com pedraria compondo.

Restaurar objetos pode ser mais do que um hobbie, é também ajudar o meio ambiente e deixar sua casa com um estilo personalizado, único e belo. Como a Pati Ribeiro disse, na internet é possível encontrar uma infinidade de dicas e passo-a-passo que irão ajudar na hora de criar um projeto. Por que você não tenta restaurar alguma coisa na sua casa ao invés de jogar fora? É uma ótima oportunidade de relaxar enquanto faz algo criativo!

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA DECORARQ FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Decorarq © Todos os direitos reservados

Decorarq na web:

Mudar minha localização