Paredes verdes

Jardins verticais nos deixam mais perto da natureza

Que o verde sempre traz vida e leveza para os ambientes não é nenhuma novidade! As paredes com plantas têm sido uma forte tendência nos projetos com o intuito de trazer um pouco da natureza para mais perto de nós, embelezar ambientes internos menores ou deixá-los mais frescos.

“Jardim vertical é uma nova forma de se projetar jardins. Uma solução criada a partir da necessidade de trazer mais verde para as nossas cidades. Nossos muros, fachadas antes cinzas e sem graça, agora podem se tornar grandes jardins. Se antes era um problema, agora é a principal atração de um projeto”, defende a paisagista Rafaela Novaes, parceira da GreenWall Ceramic.

Muito além da beleza, os jardins verticais são bastante funcionais. Eles podem ajudar a manter uma temperatura agradável no ambiente, servindo como um isolante térmico e também acústico e, claro, sem deixar de destacar o seu principal benefício: trazer a sensação de bem-estar para as pessoas. Estudos comprovam que jardins verticais em ambientes de trabalho, por exemplo, até aumentam a produtividade dos colaboradores. “Em hospitais, os jardins também trazem benefícios, principalmente, para crianças e idosos. Não existe dúvidas que quanto mais verde tivermos perto de nós, mais relaxados e felizes nos sentimos”, conta Rafaela.

E não existe mais essa desculpa de que não tem espaço dentro de casa para cultivar um pequeno jardim, porque podem ser instalados em qualquer cantinho da casa ou apartamento, desde que haja iluminação e ventilação adequadas. Graças à tecnologia, já existem sistemas de drenagem completamente internos, o que permite projetar jardins verticais em locais que não podem ter respingos de água.

As samambaias geralmente são as mais usadas por terem um ótimo custo benefício e lindas texturas, mas também existem várias opções de plantas que podem ser escolhidas, de acordo com o gosto de cada pessoa ou que se encaixem no conceito geral do projeto. Mas antes de fazer um jardim vertical é importante observar se existe um ponto de água e drenagem no local onde será feita a instalação. “Eu sempre recomendo um sistema de irrigação automático. O preço é relativamente baixo e pela facilidade vale a pena”, explica a paisagista.

A manutenção não é tão complicada assim, mas vai depender bastante da qualidade e da formulação do substrato escolhido, pois isso pode facilitar ou dificultar muito a manutenção do seu jardim vertical. Existem marcas disponíveis no mercado que oferecem produtos específicos para fazer a liberação de adubo de forma mais lenta nas paredes verdes. Nesse caso, a primeira manutenção só irá ocorrer depois de um período de 10 meses após a primeira adubação. Fora isso, uma poda e limpeza das folhas secas mensalmente já é suficiente.

Com tantas cores e texturas, os jardins verticais já provaram que são mais do que apenas uma tendência! Com a verticalização das cidades, a opção de morar em apartamentos tem se tornado algo quase inevitável e ter essa opção de trazer um pouquinho da natureza para dentro do nosso cantinho, com as paredes verdes, pode ser uma opção super válida para criar um ambiente que nos traga muito bem-estar. 

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA DECORARQ FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Decorarq © Todos os direitos reservados

Decorarq na web:

Mudar minha localização