Tons de alegria

Cores pontuais são alternativas para tornar os ambientes mais modernos

Não tem alternativa melhor do que usar as cores para dar fim à monotonia de um ambiente com tons sóbrios demais. A ideia é deixar os projetos mais modernos e com a personalidade do morador investindo em cores pontuais sobre uma base mais neutra. É assim que a decoração fica mais elegante e atemporal para sair da mesmice e ganhar um toque de vida.

As cores foram as grandes protagonistas nessa casa de 209 m² das arquitetas Mariana Stockler e Carolina Posanske em Curitiba (PR). “Gostamos de trabalhar com uma base neutra e, nos detalhes, colocamos cores de acordo com o gosto do cliente. Esses detalhes, como almofadas, quadros, papel de parede e objetos decorativos em geral podem ser renovados com o passar do tempo e isso também é bacana”, explicam.

Um detalhe importante desse projeto – e que também chama muita atenção logo de cara – ficou por conta das tonalidades mais vivas que se destacam em alguns móveis e acessórios de decoração para alegrar os ambientes. “Seguindo o desejo dos clientes, optamos por um estilo sofisticado e aconchegante, mas com alguns toques de cor que trouxessem mais vida ao projeto. Para isso, usamos o tom de vermelho em alguns pontos da sala. Já no quarto da filha, utilizamos a sua cor preferida, o azul turquesa. Nosso objetivo foi deixar a casa com a ‘cara’ dos clientes”.

As arquitetas ainda ressaltam que as escolhas das cores foram feitas de acordo com a personalidade dos moradores, de forma que os ambientes pudessem ficar mais aconchegantes para eles. Além disso, elas afirmam que tiveram o cuidado na hora de escolher as tonalidades corretas para espaço, porque as cores são capazes de despertar sensações nas pessoas. “Usamos de uma forma detalhada e controlada, para fazer uma composição harmônica. Gostamos de usar as cores em detalhes que sejam facilmente trocados com o passar do tempo, renovando facilmente a decoração”, pontuam as arquitetas.

Deixando as cores à parte, também vale contemplar a ótima escolha das pedras de mármore e granito que embelezam a lareira central da sala de estar e também a bancada da cozinha, num tom mais escuro, proporcionando sofisticação para os ambientes e ajudando a valorizar ainda mais a marcenaria e a decoração. Já no quarto da filha o destaque foi papel de parede que deu sequência para o tons da decoração e dos pufes - nesse caso, o cinza foi usado para deixar mais leve a transição até a cor branca que foi predominante nos móveis.

Com todo projeto bem pensado e desenvolvido, não poderia ser deixado de lado o planejamento da parte iluminação para que a decoração pudesse ser ainda mais valorizada em pontos estratégicos. “O luminotécnico projetamos em função do layout do móveis, sempre tentando destacar e valorizar com a iluminação os pontos relevantes. Na sala usamos os plafons redondos embutidos no centro da sala, fazendo uma composição de tamanhos diferentes, em cima da mesa de jantar, e na bancada da cozinha pendentes para pontuar e também como decoração. Sempre dividimos em circuitos separados para dar a possibilidade de cenas para cada tipo de uso”, esclarece Mariana e Carolina.

As arquitetas afirmam que é possível, sim, combinar cores diferentes da decoração, desde que elas não “briguem” entre si, deixando o espaço mais leve e sofisticado. Mas se você não quer errar no décor é só seguir a dica: cores pontuais em ambientes neutros!

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA DECORARQ FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista Decorarq © Todos os direitos reservados

Decorarq na web:

Mudar minha localização