Por um cardápio mais saudável para os PETs

A alimentação natural para cães e gatos é uma ótima maneira de cuidar da saúde deles!

Nossos amigos de quatro patas também merecem uma refeição balanceada e muito mais apetitosa que a tradicional ração seca. Ainda pouco conhecida, a alimentação natural para os PETs é uma excelente maneira de cuidar da saúde e bem estar dos animais. A +Saúde conversou com a veterinária e nutróloga Dra. Sylvia Angélico, responsável pelo site Cachorro Verde, para mais informações.

 

+Saúde: Dra. Sylvia, como funciona a alimentação natural para animais de estimação?

Dra. Sylvia Angélico: A alimentação natural é uma alternativa a ração industrializada e ela precisa ser completa também. A partir de um entendimento  sobre as necessidades nutricionais de cães e gatos, trazemos isso para a dieta caseira, com as quantidades necessárias de proteína, fibras, carboidratos, ácidos graxos, suplementação com minerais e vitaminas e assim elaborar uma dieta tão adequada quanto a ração comum.

 

+Saúde: Como adaptar o animal antes de mudar sua alimentação?

Dra. Sylvia Angélico: No caso dos cães, é a coisa mais fácil do mundo! Eles naturalmente têm muita curiosidade por alimentos que as pessoas comem. A maioria dos cães que eu atendo geralmente já consomem algum tipo de alimento natural, como carnes e frutas. De qualquer forma, a gente costuma indicar para o dono fazer uma mudança gradativa, visando uma adaptação do sistema gastrointestinal do cão. Em relação aos gatos fica um pouco mais difícil, porque eles não são tão curiosos por alimentos naturais, é mais fácil com gatos filhotes.

 

+Saúde: Como a alimentação natural pode ajudar um PET com doenças crônicas?

Dra. Sylvia Angélico: Cerca 60 a 70% dos meus pacientes foram diagnosticados com alguma doença cônica, os donos buscam por uma alimentação mais balanceada e especifica para o estado de saúde de seu animal. A melhora é visível, tanto clinicamente quanto esteticamente, como o peso e mais vitalidade.

 

+Saúde: Quais alimentos não devem ser oferecidos aos PETs?

Dra. Sylvia Angélico: Nossa, é tanta coisa! Vou dar alguns exemplos bem cotidianos, como o pão, geléia, doces, borda de pizza, embutidos como presunto, peito de peru, salsicha, mas tem também quem dê coisas boas, como as frutas, só que em quantidades excessivas, o que também não é recomendado – tudo isso pode causar danos como aumento da glicemia, alergias, perda de pele, aumento de gordura corporal e até placas nos dentes.

 

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Mudar minha localização