Alergias Oculares

Saiba como tratar e se prevenir

Os olhos são alvos fáceis para as alergias. Isso ocorre porque quando abrimos os olhos a conjuntiva, uma membrana fina que recobre o olho, fica diretamente exposta ao ambiente e em contato com algumas substâncias pode desencadear algumas reações alérgicas. Essas substâncias são denominadas alérgenos e são encontradas na forma de ácaros, poeiras, pólen, mofo, pelo de animais, produtos de limpeza e etc.

Os sintomas são semelhantes a alguns tipos de conjuntivite: coceiras oculares, olho vermelho, irritação, lacrimejamento, inchaço, desconforto ocular e maior sensibilidade a luz (fotofobia).

O que difere a conjuntivite alérgica das outras é a causa e o tempo de duração dos sintomas.  No caso da conjuntivite infecciosa pode ter duração de uma a duas semanas, enquanto que a alérgica tende a melhorar em dois dias, com o uso de anti-histamínicos.

O tratamento visa a melhora dos sintomas, bem como a prevenir o surgimento de novos casos e deve ser feito da seguinte forma:

  1. Cuidados em casa: nas doenças alérgicas a prevenção é base do tratamento. Nesse caso, deve se identificar e eliminar os alérgenos dos ambientes onde vivemos.
  2. Acompanhamento médico: pessoas que possuem alergias frequentes devem realizar acompanhamento oftalmológico e também, quando necessário, tratar com alergista.
  3. Cuidados medicamentosos: Os colírios lubrificantes oculares melhoram a sensação de olho seco e podem ser usados sem restrição. Já os colírios anti-histamínicos (antialérgicos) melhoram a coceira e o olho vermelho, e podem ser usados por tempo maior. Os colírios a base de corticoides agem de forma rápida e intensa, fazendo com que a alergia cesse mais rápido, porém não podem ser usados por períodos longos.
  4. Vacinas: conhecida também como imunoterapia, esse tratamento pode dessensibilizar o organismo, melhorando as reações alérgicas.

 

É importante ressaltar que caso não seja tratada corretamente, a alergia ocular pode evoluir e trazer algumas complicações para visão como ulceras, formação de placas e surgimento de vasos anormais na periferia da córnea, por exemplo.

Em caso de alergias oculares é muito importante não esfregar os olhos pois podem causar traumas e não fazer o uso de soro fisiológico, pois o sal presente no soro irrita os olhos. O mais indicado nesses casos é aplicar compressas de água fria com os olhos fechados e procurar o seu médico oftalmologista de confiança para avaliar e indicar o melhor tratamento.

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

Matriz Ourinhos: (14) 3322-2465
Filial Vitória da Conquista: (77) 3422-4233

Matriz: contato@grpmais.com.br
Redação: redacao@grpmais.com.br

Matriz:
Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos/SP
CEP: 19.900-041
 
Filial: 
Avenida Expedicionários, 753, Sala 1 
Cond. Vilarejo | Bairro Recreio - Vitória da Conquista/BA
CEP: 45.020-310

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Mudar minha localização