Cegueira Canina

observar os sintomas precocemente pode ajudar seu amigo

Seu melhor amigo não vai ser sempre agitado e esperto. Conforme os anos vão passando a insegurança do seu cão vai lhe despertar um medo: e se ele estiver ficando cego? A cegueira canina é muito comum e pode ser resultado de diversas doenças como: glaucoma, catarata, uveíte (inflamação intra-ocular), lesões de córnea, doenças da retina, olho seco, traumas e doenças sistêmicas como diabetes, hipertensão arterial e até mesmo consequência da doença transmitida por carrapatos.

 Algumas formas de cegueira têm prevenção ou cura, outras não. Algumas se dão pela idade do cão, outras podem ser precoces e o dono e o animal vão ter que se adaptar a nova condição. Porém, não fique amedrontado, pois os cães e gatos se ajustam rapidamente utilizando outros sentidos como a audição e olfato e dentro do seu ambiente, conseguem desviar dos móveis e objetos vivendo por mais muito tempo.

Para prevenir a cegueira canina, alguns cuidados são imprescindíveis como: alimentação adequada e vacinas em dia. Isso pode prevenir algumas afecções oculares de origem inflamatória associada a doenças.

Já no caso de alterações oculares associadas à velhice ou de origem hereditária, pouco se pode fazer. Os médicos afirmam que a observação do seu pet é importante, pois se identificado o problema precocemente, a chances de preservar a visão por mais tempo é maior.

Fique atento a sinais como: lacrimejamento excessivo, secreção ocular, olho vermelho, coceira, olho fechado, piscando exageradamente, mudanças no aspecto dos olhos, desorientação, insegurança e mudanças de comportamento.

Se seu cãosinho já está cego e foi constatado que nada se pode fazer, alguns cuidados devem ser tomados para que ele continue vivendo normalmente. Por exemplo, a disposição dos móveis da casa deve ser mantida para que o animal “decore” seu trajeto e os lugares da água e ração devem ser os mesmos sempre. Escadas, piscinas e lajes devem ser fechadas com grades ou redes para que o animal não sofra nenhum acidente pois isso é muito comum principalmente no inicio da doença.

 

 

 

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Mudar minha localização