LEANDRO HASSUM

DO RISO AO PESO

Leandro Hassum, um dos humoristas mais conceituados da televisão brasileira está de cara nova. Após a decisão de passar pela cirurgia bariátrica, Leandro faz sucesso com 32 quilos a menos e conta que seus hábitos de vida mudaram pra melhor. Em entrevista a Revista +Saúde Hassum fala sobre sua carreira, sua vida e sobre a redução de estômago.

Hoje pesando 118 quilos, há quatro meses Hassum vestia roupas tamanho 58 e agora 48, 50. Conta que saiu da categoria de obeso mórbido e está na categoria obeso tipo 2 e que a caminhada ainda é longa pois quer sair da casa dos ‘três dígitos’. O humorista volta às telinhas com a chegada de ‘Genésio’, série que ocupará o horário de ‘A grande família’. Hassum estará ao lado de Ingrid Guimarães, Lúcio Mauro Filho e Tiago Abravanel.

 

Revista +Saúde - Nos últimos anos você tem se dedicado a novos trabalhos nas áreas de cinema e TV. O teatro ficou em segundo plano? Hoje, o que tem mais gostado de fazer e por quê?

Leandro - Não, o teatro é a minha vida. E apesar de estar fazendo cinema e TV, nunca deixei de me apresentar. Não tinha nem tempo de respirar, mas não largo o teatro de jeito nenhum. Inclusive estou em cartaz no Teatro Bradesco do Village Mall.

 

+S - Quando o lado humorístico foi aflorado em você? Ser uma pessoa gordinha lhe ajudava a ser o “engraçado” da turma?

LH - Isso foi durante a adolescência. Era um menino hiperativo e vivia arrumando confusão no colégio. A orientadora da escola sugeriu que a minha mãe me colocasse numa aula de teatro. Me apaixonei e não parei mais. Não ajuda e nem atrapalhava. Era parte mais da minha personalidade.

 

+S - Qual foi o ‘estopim’ na decisão de fazer a cirurgia bariátrica? Você apresentava problemas de saúde por estar acima do peso?

LH - Não teve isso. Foi uma decisão que fui amadurecendo aos poucos. Eu era bem saudável.

 

+S - Recentemente, André Marques que também foi submetido à bariátrica foi criticado por afirmar que estava “no fundo do poço” com 70 quilos a mais. Você se sentia assim também? A obesidade lhe incomodava muito?

LH - Nunca me incomodou e muito menos a minha autoestima. Conheço o André e ele estava se referindo a saúde dele. Ele realmente tinha que operar para evitar qualquer problema mais grave.

 

+S - O que a cirurgia mudou na sua vida? Hoje, como é sua rotina?

LH - Basicamente a alimentação. Continuo podendo comer as coisa que eu gosto, mas em quantidades bem reduzidas. Então como posso comer pouco, escolho melhor o que vou comer. Não dá mais para comer um de cada, como era antes.

 

+S - O que você diz para pessoas que estão acima do peso e pensam na cirurgia bariátrica como a solução para a obesidade?

LH - Se elas são felizes gordinhas, que sejam felizes dessa forma. Mas sempre com acompanhamento médico. Mas para quem quer fazer, é uma excelente oportunidade de mudar de vida.

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

14 99602-6689

celma@grpmais.com.br

Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos
CEP: 19.900-041

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Selecione a cidade mais próxima da sua região