Construa seu ano novo diferente

“Ano novo, vida nova. Se a gente não fizer diferente, tudo vai ser igual”. O músico Baruk já ensinava na letra de sua música “Tudo igual” que para começar o ano com o pé direito é preciso mais do que apenas listar as mudanças e conquistas para o próximo a

“Ano novo, vida nova. Se a gente não fizer diferente, tudo vai ser igual”. O músico Baruk já ensinava na letra de sua música “Tudo igual” que para começar o ano com o pé direito é preciso mais do que apenas listar as mudanças e conquistas para o próximo ano, é preciso, acima de tudo, atitude.
O psicólogo Regis Pillati explica que o ser humano, por si só, tem uma constante necessidade de mudança e são exatamente elas que permitem que tracemos novos caminhos. A partir disso, já nos sentimos, naturalmente, motivados a fazer diferente, mas a pergunta é: por onde e como começar?
Ele ensina. “O otimismo precisa ser a ferramenta chave no nosso dia a dia. Sempre em qualquer meta, precisamos levar em conta, as dificuldades, o não, e os desafios que iremos encontrar pela frente. Não basta colocarmos metas na porta da geladeira, e nem ficar apostando em jogos para a sorte vir, o que precisa é praticar, para que cheguemos ao esperado. Sem preguiça, sem desistir, sem deixar de acreditar; ter o propósito firme”, fala.
Entretanto, apesar das pessoas já saberem dessa lição valiosa, muitas cometem erros comum que impedem de alcançarem suas metas. “O desespero de querer que as coisas aconteçam rapidamente é o grande erro. Temos o péssimo hábito de sermos imediatistas, isso faz com que não esperemos o tempo certo para que aconteça na hora certa”, revela.
Baixa autoestima, segundo ele, também impede qualquer tipo de sonho, e claro, se torna um grande aliado ao pessimismo. “Não devemos deixar de acreditar no sucesso, mesmo que o sonho seja algo aparentemente impossível”, afirma.
Uma dica importante que o doutor Regis dá é fazer de qualquer experiência, boa ou ruim, um aprendizado. Para isso é importante sempre trabalhar a autoestima para ser forte diante das situações do dia a dia. “Além disso, o apoio de amigos e da família é fundamental. Então não importa de qual lado esteja, apóie quem você quer bem e peça apoio de quem te quer bem”, sugere.
Algo importante a ser pontuado para o especialista é diferenciar sonhos de metas. “As metas fazem com que as coisas tenham sentido, é por elas que corremos atrás. O sonho é o estímulo para irmos atrás das metas. Os sonhos, muitas vezes, são metas que hoje são consideradas impossíveis, mas amanhã poderá ser possível, desde que você esteja determinado atrás das metas”, esclarece.
Os maiores obstáculos a serem vencidos nesse caminho pela maioria das pessoas é a preguiça e a falta de vontade. Uma pessoa com boa autoestima, autoconhecimento, é uma pessoa de bem com a vida. E uma pessoa de bem com a vida, não deixa a vida simplesmente passar, mas vive intensamente cada momento, explica. “Lembre-se, quem manda nas nossas atitudes é a nossa mente, que é influenciada pelo psicológico. Portanto, procure o que gosta de fazer, faça atividades físicas, coma e durma bem, assim não dará oportunidade para o desânimo nunca”, termina.

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

14 99602-6689

celma@grpmais.com.br

Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos
CEP: 19.900-041

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Selecione a cidade mais próxima da sua região