No pain, no gain

Suplementos alimentares e a onda “maromba”

A busca por um corpo sarado e músculos tonificados é crescente e com isso o consumo de suplementos alimentares só aumenta. Como o próprio nome já diz, estamos falando de um composto alimentar que oferece vitaminas, minerais e aminoácidos que visam complementar, ou seja, suplementar a alimentação de indivíduos com carências nutricionais. É utilizado geralmente por atletas, ajudando-os a ter um melhor rendimento e a repor perdas nutricionais durante a prática de exercícios.

Apesar do nome autoexplicativo, porém, o produto virou febre especialmente nas academias, com a propagação da promessa de fortalecimento muscular. Mas será que os suplementos, por si só, nos deixam mais “fortões”? E a resposta é que não há passe de mágica, a escolha do suplemento adequado ao seu corpo, a forma de consumi-lo e o treinamento combinado ao seu uso é que determinarão os resultados em cada pessoa. Afinal, sem esforço, sem ganho! Acompanhe outros mitos e verdades sobre o tema desvendados pela nutricionista esportiva Vanessa Lobato.

Qualquer um pode fazer uso de suplementos alimentares.

Verdade. A resposta é “sim”. No entanto, é preciso avaliar a real necessidade do uso e também se o interessado apresenta algum tipo de intolerância, o que interfere diretamente na escolha desse suplemento. Um exemplo clássico é o whey protein (proteína extraída do soro do leite). Há pessoas com intolerância à lactose e por isso ao invés de tomar a proteína concentrada (que contém proteína + carboidrato, a lactose), deverá consumir a proteína isolada (em que a lactose é extraída).

Há uma hora certa para tomá-los.

Verdade. O momento do consumo interfere muito no resultado. Há suplementos que se consumidos no pré-treino dão resposta diferente quando consumidos no pós. Os BCAA’s (Aminoácidos = Leucina, Isoleucina e Valina) é um ótimo exemplo. Geralmente os BCAA’s no pré-treino têm a função de poupar músculos, já no pós-treino serve para estimular o processo de recuperação muscular, devido à presença da leucina.

Os suplementos alimentares engordam.

Verdade. Quando consumidos de forma errada, por pessoas que não precisam, podem, sim, aumentar a gordura corporal, por estar entrando uma energia maior do que o corpo necessita. Nem todo mundo precisa consumir proteína completa como whey protein, proteínas da carne ou de origens vegetais. Então, quando consumidas sem planejamento, ela poderá ser convertida em gordura pelo nosso corpo e assim armazenada.

Suplementos alimentares substituem refeições.

Mito. Como o nome diz, suplementos são para suplementar, para dar um aporte a mais.

Eles aceleram o metabolismo.

Verdade. Existem suplementos, como os termogênicos, que agem no aumento do metabolismo, por conterem cafeína.

Também aceleram o desenvolvimento de massa muscular (deixam forte).

Mito. Suplemento não dá nem força nem aumenta o músculo! O suplemento oferece a matéria-prima para que o corpo consiga realizar o processo de hipertrofia (recuperação + aumento de massa muscular). Porém, esse processo irá acontecer somente se houver estímulo, ou seja, treino. Apenas fazer uso de suplementos não contribuirá para o desenvolvimento muscular, mas o contrário acontece.

Não é preciso consultar um médico para fazer uso de suplementos.

Mito. É preciso sim! Preferivelmente um nutrólogo ou um nutricionista, que além de cuidar da suplementação, adequará o perfil alimentar do paciente.

Suplementos causam acne.

Verdade. Os suplementos em geral não causam acne, mas há suplementos no mercado com excesso de vitamina B12 que podem causar. Um exemplo são os suplementos a base de proteína de carnes. A vitamina B12 tem ação anabólica (de crescimento), que para algumas pessoas pode aumentar a atividade das células sebáceas, aumentando a acne. Outra causa da acne pode se dar devido ao desequilíbrio intestinal, por exemplo, pessoas com intolerância a lactose que consome whey protein com lactose, podem apresentar acne, mas se trocar o tipo de proteína, o problema é resolvido.

Suplementos alimentares causam problemas renais.

Depende. Se consumido de forma adequada ele não traz nenhum problema. No entanto, ao fazer o consumo de mais proteína do que o necessário, seja de forma suplementada ou alimentar, há a possibilidade, sim, de haver aumento de ácido úrico e ureia, devido à sobrecarga renal. 

Todo suplemento é igual.

Mito. Existem seis categorias de suplementos classificados pela Anvisa como alimentos para atletas, cada um com composições e funções diferentes.

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

Matriz (14) 3322-2465

Matriz: contato@grpmais.com.br
Redação: redacao@grpmais.com.br

Matriz:
Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos/SP
CEP: 19.900-041
 
Filial: 
Avenida Expedicionários, 753, Sala 1 
Cond. Vilarejo | Bairro Recreio - Vitória da Conquista/BA
CEP: 45.020-310

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Mudar minha localização