Mãos que curam

Saiba que a Quiropraxia é uma prática terapêutica que pode aliviar as dores no corpo

É bastante comum que muitas pessoas tenham pequenos traumas durante a vida que podem comprometer o alinhamento da coluna – e a má postura pode acabar piorando as dores nessa região. A quiropraxia pode ser um tratamento alternativo que pode ajudar melhorar esse problema. Você já ouviu falar?

Nós fomos saber mais sobre o assunto e descobrimos que esse  método terapêutico pode fazer com que o corpo volte a funcionar da maneira correta. O profissional quiropraxista irá trabalhar diagnóstico, tratamento e prevenção das desordens do sistema músculo esquelético, o efeito dessas desordens no sistema nervoso e, consequentemente, na saúde física.

A quiropraxia pode tratar de dores nas costas e dores de cabeça, hérnia de disco, torcicolo, cervicalgia, ciático, lombalgia, contraturas, tendinites, dentre outros problemas. O procedimento é feito com técnicas aplicadas com as mãos, com manobras rápidas e precisas, a fim de restaurar a mobilidade articular, alinhamento e funcionamento do sistema nervoso, sem qualquer tipo de intervenção cirúrgica ou medicamentos.

A prática do método pode ser algo que, a princípio, até assuste um pouco por conta dos estalos que podem ser ouvidos, mas o quiropraxista Roberto Bleier, presidente da Associação Brasileira de Quiropraxia (ABQ) tranquiliza. “Muitas vezes quando executamos uma das manobras principais da quiropraxia, o ajuste manual articular, devido a rápida mudança de pressão dentro da cápsula articular, acontece um estalido, que nada mais é do que uma bolha de gás estourando dentro da cápsula articular. Não é osso com osso!”, explica Roberto.

Essa é uma prática terapêutica alternativa reconhecida pelo Ministério da Saúde e não oferece riscos aos pacientes, que têm buscado cada vez mais se beneficiar com esse tratamento para o alívio das dores. Qualquer pessoa que sofra com dores na coluna, por exemplo, pode recorrer a um profissional quiropraxista – profissão que requer uma graduação de até 5 anos na área da saúde – que, por meio de um exame físico, irá avaliar as necessidades do paciente para iniciar o procedimento. “Caso o profissional entenda que existe uma contra-indicação ou uma melhor opção de tratamento para aquele determinado caso, ele irá encaminhar para outros profissionais da área”, esclarece o presidente da ABQ.

A quiropraxia pode ser aliada a outros tipos de tratamentos convencionais que vão melhorar ainda mais o bem-estar do paciente. Roberto ainda destaca que o método não deve ser usado apenas como um tratamento para os problemas neuro-esquelético, mas sim como uma técnica terapêutica de prevenção contra outros tipos de distúrbios. “O ideal é que as pessoas busquem o cuidado com a quiropraxia mesmo sem nenhum tipo de dor ou incomodo, de forma preventiva e buscando um melhor funcionamento da coluna e do sistema nervoso”.

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

Matriz (14) 3322-2465

Matriz: contato@grpmais.com.br
Redação: redacao@grpmais.com.br

Matriz:
Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos/SP
CEP: 19.900-041
 
Filial: 
Avenida Expedicionários, 753, Sala 1 
Cond. Vilarejo | Bairro Recreio - Vitória da Conquista/BA
CEP: 45.020-310

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Mudar minha localização