É fato ou boato?

Todos os dias somos bombardeados com tantas informações nas redes sociais que fica até difícil não ser influenciado pelas Fake News – as notícias falsas que circulam, principalmente, nos grupos e conversas de Whatsapp. Por isso fomos atrás de desvendar algumas desinformações compartilhadas por aí. Confira:

 

“Adultos de até 29 anos precisam tomar vacina de reforço contra o sarampo”BOATO!

É bom que as pessoas estejam preocupadas com a vacinação para prevenir a doença. Mas se a pessoa foi vacinada corretamente na infância, não é necessária a aplicação de outra dose na fase adulta. O que está rolando nas redes sociais é um equívoco na interpretação da notícia. É importante que as pessoas com até 29 anos de idade tenham tomado as duas doses da vacina contra o sarampo. A imunização eficaz contra a doença depende da aplicação de uma dose da vacina tríplice viral aos 12 meses de idade e da tetra viral aos 15 meses. Se você tem até 29 anos e não foi imunizado, ou não se lembra de ter tomado a vacina, vá até o posto de vacinação para tomar duas doses da tríplice. Mas se já tomou, não precisa do reforço.

 

“Ovos de plástico da China são vendidos no Brasil como alimento” – BOATO!

Recentemente viralizaram dois vídeos na Internet que supostamente seriam a prova de que a China está fabricando ovos de plástico e importando como alimento para o Brasil, principalmente o vídeo de uma mulher que alegou ter comprado esses ovos em um supermercado brasileiro. Em primeiro lugar, o Brasil não importa ovos da China pois a produção interna já atende as demandas do consumo por aqui e, de acordo com Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, não seria possível um produto como esse se espalhar pelo país sem importação registrada. Quanto ao ovo mostrado pela brasileira não se trata de consistência plástica, e sim de um ovo velho, que vai se liquefazendo.

Quanto ao outro vídeo, compartilhado em grupos do WhatsApp, com imagens de mulheres colocando uma substância viscosa em um molde no formado de um ovo, com a seguinte chamada: "Polícia chinesa desmonta fábrica para fabricar ovos artificiais a partir de materiais plásticos e de resíduos humanos não comestíveis", é uma informação falsa! Os produtos eram mesmo feitos com substâncias sintéticas, mas esse processo de produção se tratava de um brinquedo conhecido como “geleca”, com uma pasta maleável em formato de ovo.

 

“Tomar própolis repele mosquito da febre amarela e dengue” – BOATO!

A informação em circulação no Whatsapp é que tomar de 3 a 6 gotas diluídas em água ou suco todos os dias ajuda a afastar o mosquito Aedes Aegypti, capaz de transmitir a febre amarela e outras doenças como dengue, chikungunya e zika virus. A mensagem diz ainda que o própolis entra na corrente sanguínea, o cheiro dele é expelido pelos poros e os mosquitos não suportam o odor, por isso não picam. Isso não é verdade!

Se fosse tão fácil já teríamos resolvido o problema da dengue, não é mesmo? Imagine você ingerir três gotas de própolis que vão passar pelo seu processo digestivo. Quantas sobrariam para cair na sua corrente sanguínea e ainda assim liberar um odor para “espantar” o mosquito? A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) ainda divulgou um comunicado oficial publicado em suas redes sociais explicando que essa informação não tem nenhuma fundamentação científica e não há medicamentos com comprovação de eficácia como repelente.

 

É perigoso cortar uma cebola e guardar para utilizá-la depois – BOATO!

Dessa vez é um áudio de cinco minutos compartilhado pelas pessoas no Whatsapp alertando sobre os perigos de se cortar uma cebola e guardá-la na geladeira para comer no dia seguinte, e o motivo seria o grande acúmulo de bactérias tóxicas que a deixariam venenosa. E, para isso, a autora do áudio se baseia em uma pandemia conhecida como Gripe Espanhola ocorrida em 1918. Esse é mais um caso de desinformação que já levantam a suspeita de ser uma Fake News.

Se antes já houve o boato desmentido de que as cebolas cortadas eram “imãs de bactérias” para prevenir a Gripe Espanhola, agora ela virou a vilã da história. Primeiro vale lembrar que gripes e resfriados são provocados por vírus, não por bactérias. E a cebola pode sim ficar escurecida quando exposta ao ambiente, porque ela irá entrar em decomposição, mas isso não acontece da noite para o dia. Então essa conversa é “balela”, até porque se fosse realmente verdade você já teria ouvidos muitos casos de gente morrendo disso por aí. Sem contar que não existe nenhum relato científico comprovando a informação.

Então não existe problema nenhum em guardar um pedaço de cebola na geladeira para usar no almoço do dia seguinte, por exemplo. Só é importante estar atento ao aspecto da hortaliça antes de usar, ok?

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

Matriz (14) 3322-2465

Matriz: contato@grpmais.com.br
Redação: redacao@grpmais.com.br

Matriz:
Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos/SP
CEP: 19.900-041
 
Filial: 
Avenida Expedicionários, 753, Sala 1 
Cond. Vilarejo | Bairro Recreio - Vitória da Conquista/BA
CEP: 45.020-310

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Mudar minha localização