Celulite facial

Não, não tem nada a ver com a celulite que conhecemos, é bem pior!

 

          A celulite facial pode até ter o nome parecido com o outro tipo, derivada do acúmulo de gorduras, mas na realidade não tem nada em comum além disso. A celulite facial é proveniente de uma infecção bacteriana forte, que se não for corretamente tratada pode ter consequências perigosíssimas para a saúde.

         

Os sintomas são bem visíveis e diferentes da celulite comum, “ao invés dos furinhos indesejáveis, os sintomas são vermelhidão, inchaço, dor e aumento da temperatura no local atingido. Os casos mais graves podem apresentar bolhas e equimoses (pontos vermelhos)”, explica o especialista em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial, Dr. José Flávio Torezan.

 

          Ele ainda descreve a complicação que pode ocorrer “é um acúmulo de pus que não é drenado, estendendo-se através dos planos faciais dos tecidos moles. É uma infecção grave com bastante edema do processo inflamatório e há duas formas bem perigosas: a angina de Ludwig e a Trombose do Seio Cavernoso. Quando a celulite atinge uma dessas formas, o paciente corre até risco de morte”.

 

          O tratamento para a celulite facial é a base de antibióticos e a retirada ou reparação de sua causa – um dente inflamado ou um canal que não foi feito corretamente, por exemplo. Para o Dr. Torezan, é de extrema importância visitar seu dentista no período de seis meses a um ano e pedir uma radiografia panorâmica dos ossos maxilares, “é um exame barato, pedido pelo próprio dentista e que fornece uma ideia se há problemas nos ossos maxilares”, ressalta o especialista.

 

          Após o tratamento com antibióticos, o inchaço, dores e vermelhidão somem com o tempo, geralmente em torno de 20 a 30 dias – mas antes disso a região fica levemente endurecida com os remédios, um aspecto normal que informa a regressão da infecção. Qualquer pessoa pode desenvolver celulite facial a partir de um algum foco infeccioso na boca. Indivíduos ou pacientes diabéticos ou imunodeprimidos são mais susceptíveis a desenvolver essa disseminação por uma infecção bucal.

 

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

14 99602-6689

celma@grpmais.com.br

Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos
CEP: 19.900-041

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Selecione a cidade mais próxima da sua região