Homens que se cuidam!

O urologista Ricardo Ferraz esclarece todas as dúvidas sobre o Câncer de Próstata

Todo mundo já sabe que o mês de novembro é todo dedicado a campanha de prevenção contra o câncer de próstata. O azul é o sinal de alerta para o cuidado integral da saúde masculina! E tão importante quanto a prevenção, é importante entender quais são as principais dúvidas em torno desse assunto.

O urologista Ricardo Ferraz, diretor técnico do Hospital Uroday em Vitória da Conquista, explica que não existe uma causa específica para o câncer de próstata. “Existem fatores predisponentes para favorecer o aparecimento de um câncer, como por exemplo a tendência genética. Se você tem um parente direto que tem ou teve câncer de próstata, isso aumenta duas vezes a chance do surgimento da doença”, esclarece o urologista.

Além disso, o médico ressalta que uma alimentação inadequada, com excesso de gordura animal ou o uso de determinados tipos de hormônios, também podem favorecer o desenvolvimento do câncer de próstata.

E quais são os sintomas dessa doença? Às vezes, nenhum! “Quando começa a apresentar os primeiros sintomas, muitas vezes o tumor já está localmente avançado. Ele vai ter dificuldade de urinar, o jato de urina fica mais fraco, pode haver sangramento na urina, dores ósseas, perda da potência sexual – tudo isso são sinais de um câncer de próstata em estágio mais avançado”, explica Ricardo.

O diagnóstico da doença é feito pelo exame preventivo, também conhecido como “Exame de Toque”, que é rápido, indolor e pode detectar a presença de um nódulo na próstata. Além disso, é necessário fazer exames de laboratório para verificar a dosagem da enzima PSA (Antígeno Específico da Próstata) total e livre, secretada pela próstata, que irá apontar qualquer irregularidade fora do padrão considerado normal. Também podem ser feitos ultrassom de próstata (para mensurar o tamanho) e ressonância magnética multiparamétrica, que poderá diagnosticar pequenos nódulos na próstata que, às vezes, passam despercebidos no exame de toque.

“Quando há suspeita de câncer, a conduta adotada pelo médico é a indicação da realização de uma biópsia de próstata, em que se retira fragmentos para análise, a fim de saber se existe um tumor ou não. Se for confirmado o aparecimento de tumor, partimos para o tratamento específico para esse paciente”, ressalta o médico cirurgião. É nesse momento que o urologista vai analisar a localização, o tamanho e as características patológicas desse tumor, e irá oferecer as opções de tratamentos mais viáveis para iniciar os primeiros cuidados para a cura da doença.

Ricardo explica também que em alguns casos de diagnóstico precoce, com o câncer em fase inicial, pode ser dispensado o tratamento cirúrgico. “Por esse tumor ter uma evolução lenta, normalmente, podemos acompanhar por conduta expectante, também conhecida como vigilância ativa, para saber se ele está evoluindo ou não, porque há casos que o tumor pode ficar estável”.

Já para casos um pouco mais avançados, com o tumor localizado na próstata, o tratamento mais comum e indicado é a Prostatectomia Radical, em que se retira a próstata juntamente com a vesícula seminal. “Esse tipo de cirurgia tem algumas variações, ela pode ser aberta, videolaparoscópica ou pode ser cirurgia robótica. Todas elas têm um fim oncológico, de retirar a próstata sem deixar tumor lá dentro”, pontua o urologista.

Outras opções de tratamento citadas pelo cirurgião são: a radioterapia (para pacientes que já têm o tumor espalhado ao redor da próstata) e a braquiterapia, que é a implantação de sementes de radioisótopos direto na próstata - uma opção para pacientes mais jovens que querem preservar a sua função sexual e evitar a incontinência urinária. Fora isso, existem também a hormonioterapia, para evitar com que o tumor já em estado avançado se prolifere e, no último caso, a quimioterapia oral, que vai servir como um paliativo para prolongar a vida do paciente.

Com todas essas informações é muito importante lembrar que quanto mais cedo for diagnosticado o câncer de próstata, mais rápido e mais fácil será o tratamento, além de aumentar ainda mais as chances de cura desses pacientes. Nessas horas o preconceito e a vergonha devem ser deixados de lado para um benefício muito maior: saúde para toda uma vida!


 

Ricardo Laranjeira Ferraz
Médico Cirurgião Urologista
CRM 11.401
Diretor Técnico do Hospital Uroday
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia
Internacional Member of American Urological Association
Active Member of European Association of Urology

 

 

URODAY HOSPITAL 
Rua Panamá, nº 109 - Bairro Jurema
Vitória da Conquista-BA
Fone:3086-1000
www.uroday.com.br
urodayhospital@gmail.com

ASSINE NOSSO BOLETIM

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da revista

Matriz Ourinhos: (14) 3322-2465
Filial Vitória da Conquista: (77) 3422-4233

Matriz: contato@grpmais.com.br
Redação: redacao@grpmais.com.br

Matriz:
Rua Benjamin Constant, 499 
Vila Moraes - Ourinhos/SP
CEP: 19.900-041
 
Filial: 
Avenida Expedicionários, 753, Sala 1 
Cond. Vilarejo | Bairro Recreio - Vitória da Conquista/BA
CEP: 45.020-310

A REVISTA +SAÚDE FAZ PARTE DO GRUPO GRPMAIS
Revista +Saúde © Todos os direitos reservados

+SAÚDE na web:

Mudar minha localização